Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Lavanda


  • Nome Científico: Lavandula sp
  • Nome Popular: Lavanda, Alfazema
  • Família: Lamiaceae
  • Divisão: Angiospermae
  • Origem: Mediterrâneo, África Tropical e Índia
  • Ciclo de Vida: Perene

O gênero Lavandula compreende um grupo de plantas floríferas, herbáceas ou subarbusivas, que podem ser anuais ou perenes. As espécies mais cultivadas são a lavanda-inglesa (L. angustifoliaL. officinalis), a lavanda-francesa (L. x intermedia) e a lavanda-espanhola (L. stoechas). Esta última, assim como L. dentata, e L. multifida são largamente utilizadas no paisahismo, enquanto que a lavanda-inglesa e a lavanda-francesa apresentam maior aptidão como medicinal e na extração de óleo essencial para perfumaria. ou

As lavandas apresentam folhas opostas, lineares ou lanceoladas, branco-tomentosas e muito aromáticas, de onde se extrai o seu valioso óleo. As suas flores azuis ou arroxeadas reúnem-se em inflorescências tipo espiga e são bastante perfumadas. Ocorrem ainda diversos híbridos e variedades, como a 'Alba' de flores brancas, a 'Hidcote Pink' de flores róseas ou a 'Nana' de pequeno porte. A floração inicia na primavera e se extende pelo verão, atraindo abelhas e borboletas.

As lavandas são excelentes para compor maciços, bordaduras ou pequenas cercas-vivas, mas podem prestar-se como arbustinhos isolados ou em grupos irregulares, perfeitos em jardins de estilo inglês. Não devem faltar também em canteiros de ervas e desenvolvem-se muito bem em vasos e jardineiras. Estas pequenas plantas revelam-se polivalentes, com usos paisagísticos, medicinais, aromáticos, industriais e até culinários. Podemos ainda utilizar as flores secas para embelezar e perfumar arranjos florais e em misturas pot pourri de ervas perfumadas.

Rústica, a lavanda não é exigente quanto à fertilidade do solo, mas este deve ser muito bem-drenado e receber isolação direta. Pode-se realizar podas leves de formação e adubações ricas em fósforo para estimular a floração. Aprecia o frio mediterrâneo ou subtropical. Tolera a seca, o frio e as geadas, sendo que algumas espécies e variedades toleram o calor tropical. Multiplica-se por divisão da planta, estaquia ou por sementes.

Medicinal
  • Indicações: Insônia, ansiedade, nervosismo, dor muscular, acne e inflamações na pele.
  • Propriedades: Analgésica, sedativa, antiinflamatória, anti-séptica, relaxante, calmante.
  • Partes usadas: Flores, folhas e caule.
Fonte: jardineiro.net
publicado por lr às 20:39
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. O solanum começou a dar f...

. Primeiro o caule.... depo...

. Dezenas de flores vêm ai....

. As estranhas ipomeas!

. O bolbo quase a florir!

. O pinheiro a crescer

. Ageratos

. Sementes de uvas a germin...

. novidades nas flores da i...

. lithops a crescer

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds