Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

Baunilha


  • Nome Científico: Vanilla sp
  • Nome Popular: Baunilha, vanila
  • Família: Orchidaceae
  • Divisão: Angiospermae
  • Origem: Américas
  • Ciclo de Vida: Perene

Baunilha é o nome popular dado às orquídeas do gênero Vanilla. Elas são plantas herbáceas, terrestres e trepadeiras, conhecidas mundialmente pelo aroma de seus frutos. Em geral, estas orquídeas apresentam caule verde, cilíndrico, de crescimento monopodial, podendo alcançar 20 a 30 metros de comprimento, dependendo do suporte em que estão apoiadas. Além das raízes terrestres, elas também emitem raízes adventícias ao longo do caule, que aderem no suporte e são responsáveis pela sua fixação. Suas folhas são alternadas, ovais a lanceoladas, coriáceas, verde-escuras, reduzidas em algumas espécies.

As flores não são o principal atrativo deste gênero, ao contrário de outras orquídeas. Ela são bonitas e grandes, solitárias ou em rácemos, mas pouco duráveis, apresentam coloração amarela ou esverdeada, com o labelo de tonalidade amarela mais forte. Quando polinizadas, originam frutos alongados e cilíndricos, que demoram alguns meses para amadurecer. Em cultivo comerciais, o processamento das favas de baunilha é bastante complicado e cheio de segredos.

As favas devem ser colhidas no ponto certo de maturação, para somente então iniciar o delicado e longo processo de secagem e cura ao sol ou em estufas. As vagens somente estarão prontas quando ficarem bem escuras e macias, com o aroma bastante acentuado. As favas de baunilha são largamente utilizadas na culinária, aromatizando sobremesas como cremes, sorvetes, bolos e tortas. Seu aroma também é aproveitado na confecção de perfumes, cosméticos e produtos de higiene pessoal. É consagrado por possuir propriedades afrodisíacas.

As baunilhas devem ser cultivadas à meia-sombra, sendo adequado fitragem de 50% da luz do sol por sombrite. Também desenvolvem-se muito bem sob a copa de árvores não muito densas, como as frutíferas em geral. O plantio deve ser realizado com estacas longas, de pelo menos 80 cm, em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica. Elas devem ser amarradas a tutores, como ripas de madeira de 1,5 metros ou tronco de árvores, pelo menos até a sua fixação através das raízes adventícias.

Adubações regulares com matéria orgânica, irrigação periódica e polinização manual são os principais tratos culturais da baunilheira estabelecida. As espécies comerciais mais importantes são a V. planifolia, sendo esta a principal fonte natural de baunilha, a V. pompona, a V. trigonocarpa e a V. tahitensis.

Medicinal
  • Indicações: Afecções uterinas e nervosas, diarréias, espasmos, esterilidade, fraqueza, flatulência, impotência, reumatismo, depressão.
  • Propriedades: Afrodisíaca, antiespasmódica, emenagoga, anti-séptica, colerética, estimulante.
  • Partes usadas: Frutos secos e curados.
Fonte: jardineiro.net
publicado por lr às 21:36
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. O solanum começou a dar f...

. Primeiro o caule.... depo...

. Dezenas de flores vêm ai....

. As estranhas ipomeas!

. O bolbo quase a florir!

. O pinheiro a crescer

. Ageratos

. Sementes de uvas a germin...

. novidades nas flores da i...

. lithops a crescer

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds